Resenhas:

[RESENHA] A Maldição do Vencedor: Marie Rutkoski #1



Olá!
Tudo bem?Tudo bom?Como vão, caros leitores?
Hoje é dia da resenha do primeiro livro da série O Vencedor, escrito pela Marie Rutkoski.Recebi o livro da editora e fiquei encantada e já estou ansiosa para ler o a sequência.


DESAFIO LITERÁRIO 55 LIVROS: 19 - Uma série ou trilogia desconhecida por você


SOBRE O LIVRO: Kestrel quer ser dona do próprio destino. Alistar-se no Exército ou casar-se não fazem parte dos seus planos. Contrariando as vontades do pai - o poderoso general de Valória, reconhecido por liderar batalhas e conquistar outros povos -, a jovem insiste em sua rebeldia. Ironicamente, na busca pela própria liberdade, Kestrel acaba comprando um escravo em um leilão. O valor da compra chega a ser escandaloso, e mal sabe ela que esse ato impensado lhe custará muito mais do que moedas valorianas. O mistério em torno do escravo é hipnotizante. Os olhos de Arin escondem segredos profundos que, aos poucos, começam a emergir, mas há sempre algo que impede Kestrel de tocá-los. Dois povos inimigos, a guerra iminente e uma atração proibida... As origens que separam Kestrel de Arin são as mesmas que os obrigarão a lutarem juntos, mas por razões opostas. A Maldição do Vencedor é um verdadeiro triunfo lírico no universo das narrativas fantásticas. Com sua escrita poderosa, Marie Rutkoski constrói um épico de beleza indômita. Em um mundo dividido entre o desejo e a escolha, o dominador e o dominado, a razão e a emoção, de que lado você permanecerá?


A história se passa em Huran, onde Kestrel, filha de um respeitado general que conquistou a cidade, mora. Diferente do pai, que adora estar em combate, Kestrel quer ser livre para tomar suas próprias decisões. Isso a torna uma jovem rebelde que quer fugir dos padrões da sociedade.
Em um passeio ao centro da cidade, Kestrel acaba indo contra aquilo que acredita: Compra um escravo.
Arin, é um jovem misterioso, que despreza a todos, mesmo em sua condição de escravo. Isso aos olhos de Kestrel, o torna ao mesmo tempo, fascinante e alguém com quem se deve tomar cuidado.
De cara me simpatizei com Kestrel. Ela é forte, inteligente e a frente do seu tempo. Ela luta pelo o que quer, mesmo que muitas vezes isso a faça ser mal vista diante da sociedade.
Logo de cara Kestrel se identifica com Arin, por sua postura de quem jamais irá se render, mesmo agora estando a mercê de seus donos.
A relação dos dois, que primeiramente é de vergonha mútua, se torna de amizade até evoluir para uma paixão arrebatadora. Mesmo tentando esconder o que sentem, é nítido o quanto um se importa com o outro.
Enquanto acompanhamos essa improvável relação, também acompanhamos os planos de uma rebelião prestes a acontecer. Agora os dois terão que escolher em cada lado ficará: ao lado de seu povo ou ao lado de sua paixão.
Arin, por sua vez, é bonito, inteligente e despreza Kestrel. Essa característica é a que mais chama atenção, pois é um comportamento atípico para um herói. Ele não finge ser quem não é, nem tenta se passar bom bom moço. Muito pelo contrário, muitas vezes me surpreendi pela audácia dele. 
Isso foi o que mais me arrebatou na história. Kestrel está longe de ser aquele princesinha boba e ingênua, muito pelo contrário, ela é forte, decidida, entende de guerra e é ótima em negociar. Já Arin está longe de ser um príncipe encantado. Ele é mal humorado, mal criado, ranzinza, mas esse comportamento só o torna mais atraente. Os dois têm qualidades e defeitos que só os tornam mais humanos.
A autora soube trabalhar muito bem o livro. Marie tece uma trama muito inteligente, que prende a atenção. Gosto da forma como ela o conduz, pois apesar do foco principal ser a relação proibida entre Kestrel e Arin, há toda essa trama sobre uma guerra que está por vir.
Diferente de alguns romances que se tornam enfadonhos, na metade do livro, esse segue o mesmo texto ritmado e gostoso de ler.
Não gostei da capa da versão brasileira, pois demonstra uma menina frágil, coisa que Kestrel está longe de ser. O final me deixou surpresa e ansiosa para ler a continuação, pois a autora incluiu novos personagens que trará mais dinâmica à trilogia. 

CLASSIFICAÇÃO: 








Título: A Maldição do Vencedor
Título Original: The Winner's Curse
Série: O Vencedor #1
Autor: Marie Rutkoski 
Tradutor: Guilherme Miranda
Editora: Plataforma 21
Páginas: 328
Ano: 2016
Gênero: Romance
ISBN: 9788576839712
Saiba mais: Skoob
Onde Comprar: 


2 comentários:

  1. Oiii Juliana, tudo bom?

    Esse livro será uma das minhas próximas leituras, espero gostar tanto quanto vc pois essa trilogia realmente vem sendo bastante comentada. Acho a capa bem bonita, esse vestido da Kestrel tem uma cor perfeita, mas entendo seu ponto de vista quando vc diz que denota uma fraqueza que a personagem nao tem, realmente nem tinha parado pra pensar nisso, talvez por ainda não ter lido o livro.

    Beijokas

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliana,

    Li esse livro ano passado e amei, foi um dos favoritos e melhores do ano. Adorei o enredo, personagens, as possibilidades para a continuação, o romance. É um ótimo livro e só tô esperando o terceiro ser lançado para eu poder ler o segundo. Ansiosa é pouco!!

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir

Esse espaço é seu!
Deixe seu comentário e não esqueça de deixar o endereço de seu blog, para que eu possa dar uma espiadinha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...